Nasce o alçapão da Vila!

Santistas de todo mundo, uni-vos!

1930, um marco na história política brasileira. Ano que Getúlio Vargas”amarrou” seu cavalo no obelisco do Rio de Janeiro e derrubou a “República Velha”. Era o fim da política do “café com leite”.

Ano da primeira Copa do Mundo, em terras uruguaias:

A primeira Copa do Mundo poderia ter diversos atletas do Santos FC, no entanto, mais uma briga entre as ligas que comandavam o futebol acabou impedindo.

 O maior destaque santista em 1930  foi a sua casa, a Vila Belmiro. Invicto em seus domínios durante toda temporada,  foi nesse ano que nasceu o “Alçapão de Vila Belmiro”.

Já imaginaram esse estádio com 15 ou 20 mil pessoas berrando e  o adversário com Feitiço e Camarão no comando do ataque? Assim era o Alçapão de Vila Belmiro, onde o alvinegro não perdeu um só jogo em 1930.
Já imaginaram esse estádio com 15 ou 20 mil pessoas berrando e o adversário com Feitiço e Camarão no comando do ataque? Assim era o Alçapão de Vila Belmiro, onde o alvinegro não perdeu um só jogo em 1930.

O alcunha de alçapão foi  dada por Antonio Guenaga, jornalista de “A Tribuna”, frente aos expressivos resultados obtidos pelo alvinegro em seu estádio, 25 partidas invictas:

26/01 – 3×2 Guarani FC- amistoso

09/02 – 4×1 CA Tucumán (Argentina) – amistoso

24/02 – 1×1 Fluminense FC – amistoso

16/03 – 6×1 CA Juventus  – Campeonato Paulista

23/03 – 1×0 SS Palestra Itália – Campeonato Paulista

13/04 – 3×2 CS América – Campeonato Paulista

20/04 – 5×0 AA Ponte Preta – amistoso

27/03 – 3×0 SC Germânia – Campeonato Paulista

03/05 – 5×1 CA Ipiranga – Campeonato Paulista

11/05 – 1×1 São Paulo FC – Campeonato Paulista

25/05 – 5×1 SC Sírio – Campeonato Paulista

08/06 – 3×0 C Atlético Santista – Campeonato Paulista

14/07 – 1×0 Combinado AA Portuguesa/ Espanha FC – amistoso

24/07 – 4×1 CA Huracán (Argentina) – amistoso

27/07 – 3×1 SC Sírio – amistoso

30/07 – 6×1 FRANÇA – amistoso

03/08 – 3×1 AA São Bento – Campeonato Paulista

09/08 – 3×3 EUA – amistoso

24/08 – 2×2 SC Sírio – amistoso

07/09 – 2×1 SC Internacional – Campeonato Paulista

05/10 – 8×2 CA Ipiranga – Campeonato Paulista

16/11 – 5×2 A Portuguesa E – Campeonato Paulista

07/12 – 2×0 CS América – Campeonato Paulista

14/12 – 3×1 SC Germânia – Campeonato Paulista

21/12 – 5×1 Guarani FC – Campeonato Paulista

Um marco!

Quanto aos títulos, apenas um, obtido pelo “Santos-Extra” no Torneio Início do Campeonato Santista (conquista que valeu por duas Taças: de Campeão do Torneio Início pela ASEA e o Troféu “A Tribuna”).

Campanha no Torneio Início:

em  21/04 – Santos -Extra 4×0 Brasil FC;

0x0 Espanha FC (2×0 nos escanteios);

0x0 AA Portuguesa (1×0 na 3ª prorrogação);

1×0 AA Americana

0x0 Serrano AC (1×0 nos escanteios).

No Campeonato Santista, não obteve o mesmo êxito de 1929. O Campeão foi o Espanha FC (atual Jabaquara AC).

Resultados conhecidos:

CA Syrio  4×0; 1×3;

AA Americana  1×1; 3×2;

EC Glorioso  6×0;

CR Vasco da Gama   4×0;

AA Portuguesa  0x1;

AA Docas  9×1;

Espanha FC  0x9;

SPR FC  3×2;

Atlas Flamengo FC  0x1;

Brasil FC  1×1;

As taças conquistadas: 

Troféu “O Índio” – contra o Guarani FC (26/01 – 3×2)

Troféu “A Tribuna” (Torneio Início da ASEA – Santos -Extra – 21/04)

Taça José Saraiva – contra o Espanha FC (01/05 – 5×1)

Taça Cruz Vermelha de Santos – contra o Combinado AA Portuguesa/ Espanha FC (14/07 – 1×0)

Taça Cidade de Mogi das Cruzes – contra o União FC (28/09 – 4×1)

No Torneio Início do Campeonato Paulista de 1930 foi desclassificado logo na primeira rodada: (09/03 – 0x3 Guarani FC)

No Campeonato Paulista, perdeu o Título na última rodada para o rival alvinegro paulistano. 

Campanha no Campeonato Paulista de 1930:

CA Juventus – 6×1 (S); 3×2 (SP)

SE Palestra Itália – 1×0 (S); 0x2 (SP)

A Portuguesa E – 3×2 (SP);5×2 (S)

Guarani FC – 3×3 (C); 5×1 (S)

CS América – 3×2 (S); 2×0 (S)

SC Germânia – 3×0 (S); 3×1 (S)

CA Ipiranga – 5×1 (S); 8×2 (S)

São Paulo FC – 2×2 (S); 3×3 (SP)

SC Corinthians P – 0x2 (SP); 2×5 (S – em 04/01/1931)

SC Sírio – 5×1 (S); 2×2 (S)

SC Internacional – 2×0 (SP); 2×1 (S)

C Atlético Santista – 3×0 (VB); 0xWO (Santos FC não compareceu)

AA São Bento – 3×1 (S); 6×2 (SP)

Classificação Geral do Campeonato Paulista de 1930:

1)SC Corinthians P 8 PP; 25j;19v; 4e; 2d; 94gp; 33 gc

2)SS Palestra Itália 10 PP; 25j; 17v; 6e;2d;85gp; 27gc

3) Santos FC 12 PP; 26j; 18v; 4e; 4d; 80gp; 38gc

São Paulo FC 12PP; 26j; 15v; 10e; 1d; 74gp; 27 gc

5) A Portuguesa E 22 PP; 26j; 13v; 4e; 9d; 67 gp; 56 gc

5) Guarani FC 23 PP; 26j; 13v; 3e; 10d; 66 gp; 52 gc

7) SC Internacional 27 PP; 26j; 10v; 5e; 11d; 45gp; 43 gc

8) SC Sirio 29 PP; 26j; 10v; 3e; 13 d; 65gp; 60gc

C Atlético Santista 29 PP; 26j; 9v; 5e; 12d; 53gp; 65gc

10) CA Juventus 31 PP; 26j; 10v; 1e; 15d; 39 gp; 61 gc

11) CS América 36 PP; 26j; 7v; 2e; 17d; 33gp; 73 gc

12) CA Ypiranga 41 Pp; 26j; 4v; 3e; 19d; 29 gp; 100gc

SC Germânia 41 PP; 26j; 5v; 1e; 20 d; 44gp; 79 gc

AA São Bento 41 PP; 26j; 4v; 3e; 19d; 34 gp; 94 gc

 

Observações:

* O Campeonato foi interrompido durante a realização da  I Copa do Mundo;

* As partidas passam a ter dois tempos de 45′;

* CS América é o antigo CA Silex;

* Foi o Campeonato da reunificação, com o final da LAF. Os times do Germânia, Internacional, Atlético Santista são integrados ao Campeonato Principal da APEA; No Campeonato da ASEA, são incorporados a AA Portuguesa, Espanha FC, Brasil FC entre outros.

* Com a dissolução da LAF, o tradicional CA Paulistano fecha seu departamento de Futebol. Ex-atletas do Paulistano, da AA Palmeiras (também extinta) bem como alguns ex-dirigentes fundam um novo clube: o São Paulo FC (tricolor,  pois herda as cores do Paulistano – vermelho – e do Palmeiras – preto – com o branco em comum);

* O Santos FC perdeu a partida contra o C Atlético Santista, no 2º turno, por não comparecimento!

A direção santista entendia que o regulamento da competição afirmava que o alvinegro jogaria apenas na Vila Belmiro ou em São Paulo… como a APEA marcou a partida para o Campo do Atlético, o SFC não compareceu. Na ocasião, o Presidente do SFC, Guilherme Gonçalves afirmou, “Penso que ao Santos FC mais vale uma atitude do que um campeonato”. E ele tinha razão: com os dois pontos perdidos ficou bem mais fácil para o Corinthians vencer o Campeonato.

* O Corinthians foi o campeão Paulista, mas sua campanha teve um fato singular: A partida contra o Palestra pelo 1º turno foi suspensa no momento que os esmeraldinos tiveram um gol anulado (até então, vencia por 1×0). Devido a grande confusão ocorrida, com invasão de campo e abandono do gramado pelos atletas do Palestra em protesto, a APEA resolveu que os pontos da partida não seriam contados! O Corinthians foi campeão com dois pontos de vantagem sobre o Palestra.

* O Santos FC  ficou na 3ª colocação, 2 pontos atrás do Palestra (ah, os dois pontos contra o Atlético Santista…).

Percebam que se as partidas fossem decididas no campo (e não nos bastidores) poderia ter ocorrido um empate tríplice na 1ª colocação, entre o Santos, Palestra e Corinthians.

* Feitiço foi novamente o artilheiro do Campeonato com 37 gols.

 

Fontes e agradecimentos: Arquivo Pessoal; “Almanaque do Santos FC” (Guilherme Nascimento);  “O caminho da bola” (Rubens Ribeiro); Assophis;  Marcelo Fernandes  e Wesley Miranda





Comments Closed

Uma opinião sobre “Nasce o alçapão da Vila!”

  1. Só para registro. O Departamento de futebol do CA Paulistano foi fechado, já a AA Palmeiras falida transferiu seu patrimônio (troféus, tradição, associados – em parte) na formação do novo São Paulo FC. Dessa forma, entendo o São Paulo herda e dá a continuidade de sua história.

Os comentários estão encerrados.