Um Rei e milhões de felizes súditos

Eu e o Rei, 2011

Amigos,

Hoje é aniversário do maior de todos…

Ele, que só poderia ter usado o manto mais lindo do futebol… um manto alvo e imaculado…  com um número simples e perfeito: 10!

Ele, o Rei…

Ele, o único…

Ele, que após 38 anos sem jogar futebol, continua sendo o mais popular atleta do planeta… Talvez na na Argentina, prefiram Maradona… Ou na Espanha, Messi ocupe este posto… No entanto, em qualquer outro ponto deste pálido ponto azul, um nome paira acima de todos:   P E L É.

Pude acrescentar um pouco mais na história do “maior de todos” ao “descobrir” uma partida desconhecida do Rei na Costa do Marfim, em 1966.  Essa história esta devidamente descrita no “Almanaque do Santos FC” (que você pode adquirir diretamente comigo, basta entrar em “comentários” e solicitar).

Reproduzo o texto e a ficha técnica da partida:

10/01/1966 Santos FC 4×2 COSTA DO MARFIM

L: Estádio Houphonet-Boigny – Abdjan – Costa do Marfim (CTM)

C: Jogo-treino

P: 20.000

G: Dorval 25′ e 47′, Zito 55′ e Pepe 79′ – Mengle 5′ e Pelé 83′

SFC: Pelé; Orlando, Zito, Mengálvio, Dorval, Pepe (Joseph Blezire entrou) – os demais não identificados

CM:   Mengle – Orlando, Mengálvio, Pelé e Abel (entraram nos últimos 15 minutos) – os demais não identificados

Foi uma exibição para o povo marfinês. Pelé iniciou no gol santista e no 2º tempo jogou pela Seleção de Costa do Marfim, inclusive marcando um gol contra o Santos!!!! Outros 3 atletas santistas fizeram o  mesmo, isto é, aturam pelo SFC e pela seleção da Costa do Marfim: Orlando, Abel e Mengálvio. Quatro atletas marfineses jogaram pelo SFC, entre eles Joseph Blezire.

Mas ao escrever sobre Pelé é preciso falafr de gols… ver os gols…

Segue o vídeo editado pelo genial caçador de vídeos, Wesley Miranda, com mais uma produção: