Arquivo da categoria: Geral

Dunga responde a Serra, só faltou o “algum problema, Serra?”

Amigos,

Quando li, mal acreditei..só faltou o “Algum problema, Serra?”

Quem disse que Dunga não é craque?

Segue a matéria , na íntegra, retirado do Diário de São Paulo (http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2010/09/5982-ironizado+por+tucano+dunga+afaga+lula+e+dilma.html)

“Usado como exemplo pela campanha de José Serra no rádio para criticar a falta de experiência da candidata do PT Dilma Rousseff, o ex-treinador da seleção brasileira Dunga respondeu bem ao seu estilo. Em entrevista exclusiva ao DIÁRIO, Dunga rebateu a comparação feita pela campanha de Serra entre ele e Dilma. “O Serra tem experiência. É um craque para governar o Brasil. A Dilma não. É que nem o Dunga. Nunca foi técnico de nenhum time, foi para a seleção e deu no que deu”, diz uma pessoa não identificada.

Veja o que diz o ex-técnico da seleção:
Comparação
É só ver os meus resultados e comparar. Quando eu fui campeão da Copa América e da Copa das Confederações, ele me elogiou. Agora crítica. Talvez ele esteja desesperado.

Defeitos
Eu acho que ele deveria assumir os seus defeitos para depois achar defeito nos outros.

Problemas
São Paulo não tem problema? Alaga mais que Veneza, ônibus são incendiados todos os dias.   Só o fato de São Paulo ter decidido na última hora o estádio da Copa já diz tudo. Por que ele está preocupado comigo?

Lula
O Lula também não tinha experiência e tem 80% de popularidade. Ele está fazendo o que os outros não fizeram em cem anos.

Dilma
Dilma é uma mulher e pode  ser a primeira mulher presidente do Brasil.

Democracia
Quando o Brasil precisou da Dilma ela não fugiu, lutou aqui pela democracia. Alguns correram.

Política
Para mim isso é natural (ser citado na propaganda). Se eles falassem o que deixaram de fazer seria melhor para o eleitor escolher”.

Também fui vítima de dossiê!

Amigos,

Também fui vítima de dossiê!

Também sou vítima de quebra de sigilo bancário!

Recebi nesta manhã, um telefonema de alguém se identificando como funcionário de um banco (de onde obtive o financiamento de meu automóvel).

Após checar meu nome e confirmar o financiamento de um veículo pelo banco, avisou-me  que havia um outro financiamento feito em meu nome em Juazeiro – BA!

E que para verificar se o financiamento estava em ordem precisava confirmar meus dados, começando pelo endereço…

Desconfiei que se tratava de um golpe qualquer e após avisar que tal informação não passaria por telefone, imediatamente desliguei o aparelho.

Em seguida entrei em contato com a financeira do Banco, a qual confirmou que não havia nenhum outro financiamento de veículo em meu nome.

Mais um caso de tentativa de golpe!

Mas, eu não dou trela para golpista!

Será que os “jornalões” se interessariam pela quebra do meu sigilo bancário?

Serra esperneia

Amigos,

José Serra, principal adversário de Dilma, atribui a candidata petista a responsabilidade da história da quebra de sigilo fiscal de sua filha.

Quem já andou pelas ruas do Centro se São Paulo, já deve ter encontrado tipos que vendem CD’s de tudo… E não é de hoje, que venda de cadastro dá um baita dinheiro… são diversos os interessados, para os mais variados fins.

A data de origem desta história toda é de setembro de 2009, quando o PSDB ainda estava em dúvida quem seria seu candidato às eleições…

O que eu vejo nessa “confusão”, é muita fumaça e pouca pólvora…

José Serra está com uma campanha em enorme crise… seus aliados “esquecem” seu nome ou foto nas propagandas, a cada dia perde mais e mais eleitores em potencial, com a sua taxa de rejeição subindo com a mesma velocidade que diminui sua intenção de votos… seu programa eleitoral beira o desastre, com sua favela de plástico, do votar no “Zé” ou de sua suposta amizade com Lula.

Diante de uma campanha que pode ser chamada de “descampanha”, os Tucanos acreditam que encontraram a sua bala de prata: a cassação da candidatura Dilma!

No futebol isso se chama tentar ganhar no tapetão, e no meu tempo de menino, era como aquele moleque que provocava os outros, e na hora que ia tomar um corretivo fugia, e ia chamar irmão mais velho ou um tio desocupado.

A candidatura do PSDB parece que atingiu o mais alto grau de delírio, pois ainda reclama que a imprensa (Globo, Folha, Estadão, Veja…) não esta dando o destaque que eles queriam… vejam só! Esse mesmo pessoal, dizia a uma semana que eram favoráveis a liberdade de imprensa, agora querem pautar (ainda mais) essa mesma imprensa dos “jornalões”.

Esse pessoal, quando recentemente conversaram com os oficiais da aeronáutica no Rio de Janeiro, impediram a presença da imprensa, porém o que se apurou é que andaram comparando o Brasil pré-64, com o Brasil de hoje, com a conversa de uma suposta “República Sindicalista”…

O que realmente querem esses senhores?

Que fantasmas querem ressuscitar?

No meu entender tais ações e declarações refletem apenas o desespero dessa turma… seus discursos não sensibilizam mais a grande parte da população brasileira, querem repetir o velho e batido discurso “udenista” da moralidade e, pasmem, do anti-comunismo. Eles fazem um discurso do tempo da TV a válvula.

Eu não caio em um truque desse tipo.

Pensamento do dia: “Em eleição e na guerra, mentira é feito terra”.

Vamos começar.

Amigos,

Estou iniciando a experiência de conversar virtualmente… a ideia é fazer desse espaço um canal de discussão. Provavelmente não terá um único tema de debate, daqui poderemos dialogar sobre os diversos assuntos: política (ainda mais agora, em véspera de eleição) nacional e  local – em especial de minha cidade, Mongaguá – , funcionalismo público, educação, futebol (coisas do Santos FC), música… enfim temas gerais.

Quem sou eu?

Falar de si mesmo, geralmente é muito ruim, então parto para qualificações genéricas. Sou professor da rede pública, 49 anos, militante do serviço público. Presido o CAPESP (Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo), sou Diretor da FESPESP (Federação das Entidades do Serviço Público do Estado de São Paulo) e  Coordeno a região do Litoral na CCM (Comissão Consultiva Mista) do IAMSPE (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual).

Já tive uma boa experiência como militante político (pelo Partido dos Trabalhadores – PT), chegando a sair candidato a Vereador e a Prefeito de minha Cidade (com poucas pessoas e totalmente sem recursos financeiros), em tempos onde fazer campanha pelo PT era enfrentar o nariz torcido de boa parte de uma cidade pequena do Litoral Paulista.

Minha formação é cristã, apoiado na Teologia da Libertação, ou para ser mais prático, na opção preferencial pelos pobres, como se dizia nos longínquos anos 80…

Rock’n roll e MPB são os gêneros musicais que gosto (ou MPB e Rock’n roll?)… mas, há espaço para Mozart, Beethoven, Prokofiev, Stravinsky e Tchaikovsky.

Cinema também gosto muito, em especial filmes de ficção científica e políticos.

E como todo brasileiro, acompanho futebol, sendo torcedor e sócio do Santos FC.

Bom, taí… feito o “quem sou eu”.

Até a próxima…