Arquivo da tag: Beethoven

Ode à alegria!!!!

Amigos santistas (ou não),

Ontem estive presente no Pacaembu, e vi a maior conquista que um clube sul americano pode alcançar: o Título da Libertadores da América!

A última vez que estive presente numa decisão foi  em 1979, quando  o SFC derrubou o São Paulo, na 1ª partida da melhor de 3 do Campeonato Paulista de 1978. Antes disso, fui testemunha do erro aritmético de Armando Marques na final de 73. Outras decisões só pela TV…

Cheguei cedo ao Pacaembu, e às 19:30 já estava no interior do próprio da Municipalidade…

Os cheiros são os mais variados… fora do estádio e dentro… odor forte de uréia em alguns pontos; nas rodas de torcedores o odor é alcoólico…próximo de alguns grupos o odor é de… bom, deixa pra lá…

Sigo em frente… um “dogão” com guaraná de janta, e longas duas horas de espera…

Aos poucos, o mar branco tomava conta do Estádio… famílias inteiras formavam a multidão… ao meu lado, um grupo de umas 12 pessoas onde irmãos, pai, avô, vizinhos e amigos empurravam o time aos gritos… Do meu lado esquerdo, um casal e seu filho, um menino de uns 12 anos, que acompanhou a partida toda com um ritual: segurava com a as duas mãos um boneco do “baleião” virado em direção ao campo… como se “baleião” fosse um crucifixo  para espantar e amedrontar vampiros ou espíritos do mal…

20:00 - O mar branco começava a ser formado

O tempo ia passando e era cada vez maior a confiança entre os torcedores…  um circula feliz pelas  arquibancadas, proferindo inúmeros palavrões contra corintianos imaginários presentes no Pacaembu… uma outra família se concentra um pouco mais acima de meu lugar, são mais uns 8 a 10 santistas, com sinalizadores, apitos e outros apetrechos…

Uma breve agitação: é o “Papito” que chegava no setor das numeradas… O Senador Suplicy (PT-SP) mais uma vez se faz presente…os torcedores se alegram com a presença do Senador… uns por identificação, outros para provocar a opção partidária do Senador… Suplicy acena para os torcedores, sendo muito aplaudido . O clima é de total descontração.

Essa foto não é de ontem, mas o Senador estava no mesmo setor… (imagem: viomundo.com.br)

Depois das 21:00 o clima esquenta com a ensurdecedora queima de rojões…. o Pacaembu  fica coberto de fumaça e o cheiro de pólvora se espalha no ar…

Começa a queima dos sinalizadores e o Pacaembu torna-se um imenso caldeirão… impossível não entrar no clima.

E o Santos ainda não havia entrado em campo...

Entram os times, o septuagenário estádio treme… times perfilados e a massa canta o Hino Nacional… As faixas plásticas distribuídas previamente, são estendidas… o espetáculo é muito bonito.

A partida começa e o bandeirão é estendido nas arquibancadas… muito bonito de se ver… de longe…. Em seguida, os torcedores já o recolhem, afinal todos querem ver e celebrar a alegria da conquista de um título.

O início da partida bota fogo na torcida… em menos de 10 minutos duas oportunidades não aproveitadas…  depois, o jogo fica muito truncado…  Arouca não acertava os passes, Ganso parecia meio desligado em algumas jogadas, Léo e Danilo também erravam alguns passes… e a bola não chegava ao ataque… mesmo assim, o Peixe teve mais chances de gol… uma cobrança de falta de Elano (que jogou bem) e um chute de Leo no final do 1º tempo que (do meu angulo) riscou a trave. Da parte do Peñarol, apenas uma jogada de ataque , quando de repente 3 atacantes ficaram sozinhos na pequena área, mas Rafael teve tranquilidade para fazer a defesa.

Veio o 2º tempo… e com ele a alegria!

Logo no início, um rápido contra golpe e Arouca se redime do primeiro tempo apagado e faz um jogada de craque… passa por meio time uruguaio, lança Ganso, que devolve de calcanhar… Arouca avança e toca na esquerda para Neymar……. GOL!!!!!

Foto um tanto tremida... o Santos tinha acabado de marcar o 1º gol!!!!

O mar branco se abriu num imenso sorriso!

Um sorriso de alívio e de certeza: o tricampeonato estava próximo…

Mais 20 minutos, e a alegria toma conta do Pacaembu. Danilo, com uma tranquilidade impressionante, corta o lateral carbonero com facilidade e bate colocado à sua esquerda… GOL!

A bola já esta no centro do Campo... os santistas ainda festejam o 2º gol

A partir deste instante a festa toma conta… a torcida faz “ola”, sinalizadores e mais sinalizadores estão sendo queimados… cantos, gritos… tanto o Hino do Santos FC, como a marcha “Leão do Mar”, são cantados a plenos pulmões…

O gol contra de Durval dá uma pitada de angústia… Neymar, Zé Eduardo  e  Ganso perdem gols incríveis, inacreditáveis… mas, o mar branco ri, pula, dança nas arquibancadas, nas numeradas, no tobogã…

O futebol estava em festa… o melhor time da América Latina vai conquistar o campeonato.

O Peñarol vai para o tudo ou nada… metade do mar branco canta, outra metade quer o apito final… 3 minutos infindáveis…

Até que a partida termina!

Campeão!!!!!

Inexplicavelmente, uma briga generalizada em campo… apenas hoje, fiquei sabendo o motivo: o filho de um conselheiro entrou em campo (onde só deveriam estar os atletas)… houve um bate-boca e a confusão toda… Foi a única nota desagradável!!!! Que a direção do SFC puna os causadores desse desatino… punição para quem entrou e para quem deixou entrar…

(Em tempo: Segundo o blog do Perrone, o intruso é filho do Vice-Presidente do TJD-FPF… se o mesmo tiver alguma ligação com o SFC, que a direção do clube tome as devidas providências, caso não tenha, que o mesmo seja impedido de frequentar as praças esportivas e que se retrate publicamente, isentando o clube de tão deprimente imagem)

Terminado o momento de incivilidade, a festa recomeçou… em grande estilo, ou melhor em enorme estilo…

Os jogadores pulavam em campo…

O sistema de som do Pacaembu começa a tocar “Ode à alegria” de Beethoven… sim meus amigos,  Beethoven!!!

Beethoven, o gênio!

Beethoven, o Pelé da Música!!!

Em campo Pelé,

Pelé, o gênio!

Pelé, o Beethoven do futebol…

A massa grita: Pelé!!!!…  Pelé!!!!!

Impossível não voltar no tempo e lembrar as tardes de domingo de minha infância e adolescência, quando eu fazia esse coro nas arquibancadas…

Pelé acena para o mar branco… Neymar pula como um adolescente de 19 anos que é… Edu Dracena exibe a Taça … é a perfeita coreografia do “Ode à alegria”.

Nunca imaginei que viria uma reunião de gênios como essa trinca: Pelé, Beethovem e Neymar.

Santos FC, tricampeão da Libertadores!!!!!!!

E para ficar para a eternidade, as imagens produzidas pelo Wesley (http://www.santistasloucos.net/2011/06/santos-2-x-1-penarol-tri-campeao-da.html).

Parabéns, Wesley!

http://www.youtube.com/watch?v=3LAZigG_MRo