Arquivo da tag: CBF

Sylvio Hoffman foi zagueiro do SFC até 1932

Santos FC, CBF e Copas do Mundo: 100 curiosidades

Amigos santistas,

Recebi  um e-mail com um desafio: Listar 100 fatos que unam Santos e as Copas do Mundo.

Como neste ano completa-se 100 anos da fundação da CBF e também teremos a Copa do Mundo em nosso País, pensei em unir as duas efemérides. Sendo assim, ao lado do pesquisador Wesley Miranda, faremos a desafiadora lista, desde a fundação da CBF até a Copa de 2014.

Continue lendo

Dilma mantem distância prudente de Ricardo Teixeira

Amigos,

Ontem no sorteio das eliminatórias da Copa de 2014, a presidenta Dilma manteve uma sóbria distância do cartola-mor, Ricardo Teixeira…

Dilma ficou ao lado de Pelé e referiu-se ao cartolão como Sr Ricardo Teixeira, enquanto  que Pelé (nomeado Embaixador Honorário da Copa 2014) recebeu o tratamento de “Meu querido” e “inesquecível”.

Dilma mostrou que não pretende se aproximar do sogro de João Havelange..

Clique aqui e veja matéria: http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/30/dilma-exalta-pele-e-apenas-menciona-senhor-ricardo-teixeira.htm

Essa dupla tem futuro para a Copa 2014.

Imagem: sobralportaldenoticias.com

A unificação dos Títulos

Amigos,

Com  um atraso considerável, a CBF finalmente reconheceu aquilo que era o óbvio: Existia futebol no Brasil antes de 1971!

Reconhecer e unificar os títulos é uma vitória daqueles que buscam a preservação da memória do futebol e do resgate da verdade dos fatos.

O duro é ler artigos de alguns “jornalistas” (tentando disfarçar suas preferências clubísticas) fazendo uma misturança danada… já li os “argumentos” mais absurdos, tipo: “Corinthians e São Paulo não participaram de nenhuma Taça Brasil (tentando desqualificar a Taça Brasil)”… “a competição era mata-mata”… “no máximo 5 times do grupo dos 13 participaram de uma mesma Taça Brasil”… e por aí vai…

Poucos tiveram a grandeza em reconhecer a importância do reconhecimento e unificação dos Títulos, como por exemplo o Diretor do São Paulo FC, João Paulo Jesus Lopes, que afirmou: “Não tenho nada contra, não vejo nenhuma dificuldade em relação a isso. Acho que até nos motiva. Nós que somos o clube grande mais jovem do Brasil temos aí uma quantidade de títulos e temos um grande desafio, de recuperar essa primeira posição. Acho isso muito positivo”

Acho que tal postura é definitiva sobre o assunto. E uma novidade incrível tratando-se de dirigentes tricolores, conhecidos pela arrogância e soberba.

Sobre o assunto, é melhor lermos o autor do dossiê que abriu caminho para a unificação e reconhecimento: Odir Cunha.

Segue o endereço: http://blogdoodir.com.br/2010/12/o-respeito-e-o-reconhecimento-vieram-agora-e-hora-de-uniao/

Vale a pena ler o artigo, bem como os desdobramentos nos artigos seguintes.