Arquivo da tag: Chico Buarque

Chico Buarque, mais um aniversário

Mais um aniversário… agora, Chico Buarque de Holanda.

Chico é um ícone da minha geração, o poeta-mor da MPB… um gênio, uma referência.

Escrever de suas composições é “mais do mesmo”… o melhor é ouvir ou ler Chico Buarque.

Duro é escolher o que postar… Cálice, Construção, O que será?, Pedro Pedreiro, O meu guri…

Escolho outra… Tanto Amar… com suas variáveis interpretações, em qualquer condição acho uma bela poesia:

Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela é bonita
Tem um olho sempre a boiar
E outro que agita

Tem um olho que não está
Meus olhares evita
E outro olho a me arregalar
Sua pepita

A metade do seu olhar
Está chamando pra luta, aflita
E metade quer madrugar
Na bodeguita

Se os seus olhos eu for cantar
Um seu olho me atura
E outro olho vai desmanchar
Toda a pintura

Ela pode rodopiar
E mudar de figura
A paloma do seu mirar
Virar miúra

É na soma do seu olhar
Que eu vou me conhecer inteiro
Se nasci pra enfrentar o mar
Ou faroleiro

Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela acredita
Tem um olho a pestanejar
E outro me fita

Suas pernas vão me enroscar
Num balé esquisito
Seus dois olhos vão se encontrar
No infinito

Amo tanto e de tanto amar
Em Manágua temos um chico
Já pensamos em nos casar
Em Porto Rico

Capa do álbum "Almanaque", de 1981, onde gravou "Tanto amar"