Arquivo da tag: Líbia

Para entender a Líbia

No início deste ano postei um texto com o mesmo título, hoje porém, à luz de todos os acontecimentos e a barbárie ocorrida no solo líbio, ao ouvir o jornalista Pepe Escobar, podemos de uma maneira bem mais clara, entender o que realmente o correu na Líbia.

Veja aqui, o  vídeo de Pepe Escobar publicado no “Vi o Mundi”, do Azenha.:

http://www.viomundo.com.br/politica/pepe-escobar-revela-meandros-do-que-ocorreu-na-libia-de-kadafi.html

E o futuro da Líbia?

Amigos,

O que acontecerá na Líbia?

Qual liderança surge para controlar um País em armas?

O que é a CNT?

Num deserto de dúvidas, a única certeza é que as empresas ocidentais estão de olho em construção de estradas, aeroportos, petróleo, prédios e muito dinheiro que ganharão na “reconstrução” da Líbia.

Até aqui, algo já esperado… porém, haverá paz?

Leia texto do “Vi o mundo”… para reflexão:

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/eduardo-febbro-morte-de-kadafi-elimina-fator-que-unificava-rebeldes.html

Mais uma vitória (?) do Ocidente

Amigos,

Alguns celebram a morte de Kadafi, outros não.

Estou entre aqueles que não celebram a morte do dirigente líbio… não por simpatias, mas por um princípio básico, o direito de um julgamento.

Na minha pobre opinião, o que ocorreu na Líbia é o mesmo que aconteceu no Afeganistão, ou no Iraque.

Uma coalizão desproporcional de forças, sempre subalternas às potencias ocidentais (EUA e Europa), contra um regime armado pelos mesmas potencias ocidentais. Um festim para a indústria bélica… afinal se não acontecerem matanças de milhares de pessoas, qual o motivo de sua existência?

Lamentável em todos os sentidos mais esse acontecimento…

Digna de elogios foi a postura da presidenta Dilma, que declarou: o assassinato de uma pessoa não deve ser motivo de alegria.

O que se vê é um outro grupo político (sob o comando do ocidente) tomando o poder e fazendo de assassinatos (ou de uma caçada medieval) uma forma de fazer política (!?!).

Neste ponto, compartilho a opinião do Deputado Brizola Neto, que em seu “Tijolaço” expõe seu ponto de vista.

Lembrando que Brizola Neto foi impedido de visitar a Líbia, por questões de segurança, alguns meses atrás, por ocasião de uma missão oficial da delegação de parlamentares brasileiros àquele País.

Leia, aqui o artigo de Brizola Neto: http://www.tijolaco.com/alegria-morbida/

Veja, também, outros textos deste blog sobre o assunto:

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=2321

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=2248

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=1572

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=1462

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=1460

http://prof-guilherme.capesp.org/?p=1399

Dilma reitera: não quer banho de sangue na Líbia.

Amigos,

O Brasil votou, na ONU, contra o bombardeio  sobre a Líbia. O Brasil sempre defendeu o diálogo para se resolver problemas políticos.

EUA, Inglaterra e França preferem o caminho bélico…

Neste final de semana iniciaram-se os bombardeios ocidentais sobre a Líbia.

A diplomacia brasileira não deixa dúvidas, não aceita um banho de sangue na Líbia.

O Governo Brasileiro (o Governo Dilma) defende o diálogo e o fim dos bombardeios sobre civis.

E enfatiza pelo cessar fogo efetivo no País do norte da África

A matéria foi publicada no Portal Terra:

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5013073-EI17839,00Apos+ataques+a+civis+Brasil+defende+cessarfogo+na+Libia.html