Arquivo da tag: Muricy Ramalho

Contra tudo e contra todos

Santistas de todo mundo, uni-vos!

Depois dos vices de 2003 (Libertadores e Brasileiro), a expectativa era grande para 2004… todos davam como certo que o Paulistão seria conquistado, até com certa facilidade.

Reforços chegavam em quantidade… buscando compensar as saída de Fábio Costa e Ricardo Oliveira.

E vieram Doni, Paulo Cesar, Basílio, Robgol, Preto Casagrande, Claiton… da base subiam Jerri e Luis Augusto, mas não eram “Diego e Robinho”…

Basílio foi uma das grandes contratações de 2004, jogou com muita raça e fazendo gols.

Continue lendo

Fichas técnicas

26/02/1975 SAntos FC 2×2 SE Palmeiras (São Paulo)

Local: Pacaembu – São Paulo (SP)

Competição: Torneio Laudo Natel

Renda: Cr$ 422.593,00 – rodada dupla (na preliminar: Corinthians x Portuguesa)

Público: 32.533

A: Dulcídio Vanderlei Boschilia

Gols: Edu (p) 15′ e 33′ – Ademir da Guia 9′ e Leivinha 50′

SFC: Wilson Quiqueto; Luis Carlos Beleza (Wilson Campos), Oberdã, Vicente e Zé Carlos; Paulo D’ávoli, Léo Oliveira e Brecha; Adílson, Cláudio Adão e Edu.

Técnico: Tim

SEP: Leão; Eurico, Luis Pereira, Alfredo e João Carlos; Jair Gonçalves e Ademir da Guia; Edu (De Rosis), Leivinha, Ronaldo (Fedato) e Nei.

Técnico: Valdir Joaquim de Moraes

Penalti meio mandraque garantiu o (justo) titulo para o SFC… Grande festa da torcida santista. SFC campeão do Torneio Laudo Natel

Olha quem jogava pelo São Paulo...
Olha quem jogava pelo São Paulo...
Cláudio  Adão, o demolidor de invictos
Cláudio Adão, o demolidor de invictos

07/08/1975 Santos FC 2×1 São Paulo FC

Local: Morumbi – São Paulo (SP)

Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – fase final

Renda: Cr$ 513.974,00

Público: 23.058 (rodada dupla na preliminar Palmeiras x Corinthians)

A: Armando Marques

Gols: Cláudio Adão 6′ e 81′ – Pedro Rocha 26′

SFC: Joel Mendes; Carlos Alberto Torres, Oberdã, Bianchi e Zé Carlos; Clodoaldo e Mifflin (Léo Oliveira); Adílson, Cláudio Adão, Brecha e Jurandi (Clayton).

Técnico: Pepe

SPFC: Valdir Perez; Nelsinho Batista, Paranhos, Arlindo e Gilberto Sorriso; Chicão e Pedro Rocha ; Terto, Murici Ramalho, Mauro (Silva) e Zé Carlos (Piau).

Técnico: Poy

Santos FC quebrou uma longa série invicta do São Paulo FC

Imagem: Revista Placar (12/12/1975)

07/12/1975 Santos FC 1×1 EC Bahia (Salvador)

Local: Fonte Nova – Salvador (BA)

Competição: Torneio Governador Roberto Santos/ Taça Cidade de Salvador

Renda: Cr$ 129.549,00 (Rodada dupla, na preliminar Atlético Mineiro x Remo)

Público: 14.536

A: Climamulte França

Gols: Brecha 78′ – Alberto 71′

SFC: Willians; Tuca, Bianchi, Vicente e Fernando; Clodoaldo e Léo Oliveira; Babá (Mazinho), Cláudio Adão, Pelé (Brecha) e Toinzinho.

Técnico: Olavo

ECB: Joel Mendes; Ubaldo, Sapatão, Rodolfo e Juca; Baiaco (Alberto) e Fito; Tírson (Adílson), Douglas, Mickey e Caldeira.

Técnico:

Obs: Pelé retornou especialmente para este jogo, mostrando que ainda está em condições de atuar em qualquer clube brasileiro… aos 33′ após deixar Baiaco e Sapatão estatelados no chão, ficou frente a frente com Joel Mendes, que espalmou para escanteio… Cláudio Adão perdeu um penalti, batido na trave.

Repare que o Bahia atuava com 3 ex-atletas do SFC: Joel Mendes, Fito e Douglas.

14 /12/1975 Santos FC 7×2 Seleção de Conceição do Coité (Combinado dos times Associação Carvalho Mota e Botafogo EC)

Local: Conceição do Coité (BA)

Competição: Amistoso

Público: 1.100

Gols: Totonho (4), Brecha (2) e Cláudio Adão – Prego e Teiu

SFC: Willians; Alceu, Lazinho, Bianchi e Fernando; Léo Oliveira (Celso Diniz) e Didi; Toinzinho (Clodoaldo), Cláudio Adão (Zeca), Totonho e Brecha.

Técnico: Olavo

ACM/BEC: Carlinhos; Berto, Hamilton, Edemar e Chupinho; Teteco (Teiu I) e Robério; Deo, Lelo (Teiu II), Panema e Prego.

Um sinal dos tempos… amistoso contra a Seleção de Conceição do  Coité!!!!! Até o Preparador Físico Celso Diniz entrou na pelada… Acredite, um amistoso oficial do SFC!

SFC levou um Troféu Prefeitura De Conceição do Coité

A Grande final

Santistas de todo Mundo, uni-vos!

Escrevo hoje, pois amanhã não terei tempo.

Nesse horário já estarei nas proximidades do Pacaembu para testemunhar uma grande final de Libertadotes. Desta vez não há um Chivas Guadalajara, LDU, Once Caldas, Fluminense, Estudiantes ou Atlético Paranaense. Amanhã serão dois pesos-pesados do futebol sulamericano: Santos x Peñarol!!!

Amanhã não será uma partida para iniciantes, para novatos… amanhã é dia de briga de “cachorro grande”, amanhã os times que estarão se defrontando possuem história, tem camisa… e elas pesam… e muito.

Uns dizem que o Alvinegro é favorito… talvez seja, mas do outro lado esta um time perigoso, tinhoso… enjoado.

É o Peñarol, que eliminou o Internacional, Universidade Católica e o Velez Sarsfield no campo do adversário…

Porém, os carboneros não enfrentarão um time qualquer.

Como diria Pepe, do outro lado é o Santos FC.

Jogador por jogador, o Santos é melhor…

Qualidade técnica, o Santos é melhor…

Retrospecto na competição, o Santos é melhor…

Comando Técnico, o Santos é melhor!

E é nisso que confio, na comissão técnica santista!

imagem: nalatafc.blogspot.com

Confio em Muricy Ramalho, que deu uma cara séria ao time. Que moldou a equipe a sua imagem e semelhança.

Para quem não conhece, Muricy era um meia de muita habilidade que atuava no São Paulo FC… até que um desses zagueiros botinudos arrebentou seu joelho… e Muricy não foi mais o mesmo.

Não acho que o time de Muricy seja retrancado… ele é eficiente ao extremo… quem jogava como ele jogava, gosta do futebol bem disputado e fazendo gols.

Talvez não vejamos mais aos shows de 2010… mas, não por “culpa” de Muricy, é que não há um Robinho, um Wesley, um André e um PH Ganso jogando.

O que temos é Neymar (jogando como nunca), um Arouca ainda melhor que no ano passado, um Rafael pegando até pensamento e uma defesa super ajustada, onde Durval reina absoluto.

Isso não esquecendo de Leo, Adriano e mesmo Danilo.

É nesse conjunto coeso, onde a qualidade técnica é destaque, somado com uma bela dose de raça e determinação que o Santos FC foi forjado por Muricy.

Não há lugar para vaidade inconsequente, não há lugar para a indolência…

Para conseguir espaço no Santos é preciso trabalhar, trabalhar e trabalhar.

A diferença do Santos para os outros times que Muricy comandou, é a qualidade técnica dos atletas santistas… na verdade, a diferença é Neymar.

E como mudou o Neymar!!!!

Continua driblando, continua irritando os adversários com seu futebol, continua fazendo gols… mas, o menino mudou!

Com 19 anos, não é mais um adolescente… não em campo… nenhum adolescente receberia a tarja de capitão da equipe numa final de Libertadores, como aconteceu em Montevideo na saída de Elano.

Não meus amigos, Neymar não é mais um menino. Neymar é um craque, uma referência para o time, uma vítima dos pontapés daqueles que não conseguem acompanhar seu raciocínio, rapidez e eficiência.

E depois de todas essas considerações, quem ficará com o título?

O time mais técnico, coisa que os uruguaios não são…

O time mais raçudo, coisa que os uruguaios são… mas nós temos Muricy Ramalho; eles, não…

O time com mais sangue frio, os uruguaios também tem… mas nós temos Durval; eles, não…

O time com jogadores com maior potencial de decidir sozinho uma partida…

E aí, é covardia… nós temos Neymar… eles, não.

imagem: portalozknews.com.br

Vai, Santos, encarar a decisão com garra e na bola… sem tregua, sem descanço.

Vai, Santos…

Vai, Santos… ser campeão!

imagem: 90a150dias.bebeblog.com.br