Arquivo da tag: Pink Floyd

Discografia do Blog – Memórias (10) – Pink Floyd (Time)

O tempo pode ser cruel…

Time, Pink Floyd (1974)

Você é jovem, a vida é longa

E há tempo para desperdiçar

Até que um dia você descobre

Que dez anos ficaram para trás

Ninguém te disse quando começar a correr

Você perdeu o tiro de largada

E você corre e corre atrás do sol

Mas ele está se pondo

Fazendo a volta para nascer outra vez atrás de você

De uma maneira relativa o sol é o mesmo

Mas você está mais velho

Com menos fôlego e um dia mais perto da morte

Cada ano vai ficando mais curto

Parece não haver tempo para nada

Planos que dão em nada

Ou meia página de linhas rabiscadas

Esperar em quieto desespero é a maneira inglesa

O tempo se foi, a música terminou

Pensei que eu tivesse algo mais a dizer
https://www.youtube.com/watch?v=JwYX52BP2Sk

Álbum do final de semana

Amigos,

Farei uma pequena mudança nas postagens sobre música.

No lugar de uma música apenas, colocarei alguns álbuns (completos) que classifico como bem interessantes.

Para iniciar, Pink Floyd:

Live in Pompeii (1972)

Formação da Banda:

David Gilmour:  guitarra – vocais

Roger Waters:  baixo -vocais

Richard Wright:  teclados -vocais

Nick Mason:  bateria

http://www.youtube.com/watch?v=GHFqQFTsmfw

Música – 40 anos de “The dark side of the moon”

The dark side of the moon!

Quem não ouviu a caixa registradora marcante?

O  sax inconfundível em “us and them”?

Os delírios no “The great gig in the sky”?

Ou os versos precisos e sempre atuais de “Time”?

Leia a tradução dos versos de “Us and Them”:

Nós e eles

E afinal somos todos homens comuns

Eu e você

Só Deus sabe que não é isso que teríamos escolhido

Adiante! Gritou ele de costas

E morreram os homens da linha de frente

E o general sentou-se E as linhas no mapa

eram traçadas de um lado para o outro.

Preto e azul

E quem sabe qual é qual e quem é quem…

Pra cima e para baixo

E no final são apenas voltas e mais voltas.

Você não ouviu? É uma batalha de palavras

O homem do cartaz chorou

Ouça, filho, disse o outro com o revólver.

Há um quarto para você lá dentro.

“Quero dizer, eles não irão te matar, então se você der um tiro rápido,

certeiro, eles não farão de novo. Entendeu? Quero dizer ele se safou claramente,

porque eu teria dado a ele – Eu só o acertei uma vez!

Era somente uma divergência de opinião, mas realmente

Boas maneiras não custam nada custam, uh?”

Morto e destruído.

Não dá para evitar. Mas essa situação pode ser encontrada por toda parte

Com ou sem

E quem vai negar que essa é a razão de toda a briga?

Saia do caminho é um dia movimentado.

Estou com a mente ocupada

Por causa do preço do chá e uma porção

O velho homem morreu.

Uma obra prima, onde “us and them” pode ser visto/ouvido no vídeo abaixo: