Arquivo da tag: Professor Guilherme

Vídeo LDO (parcial)

Amigos,

Segue o vídeo (parcial) com a minha intervenção na tribuna da plenária da Câmara de Vereadores de Santos, por ocasião da audiência Pública da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa de São Paulo. Perdeu-se o início da minha fala, mas é possível conhecer as ideias centrais daquilo que foi dito.

https://www.youtube.com/watch?v=VljEbtscmEQ&feature=youtu.be

Crédito : Douglas Nascimento

Homenageado na Assembleia Legislativa

Na semana passada, por ocasião da sessão solene do 60º aniversário da FESPESP, recebi das mãos do presidente José Gozze  (à esquerda, na foto) e do Deputado Federal, Arnaldo Faria de Sá (PTB) (à direita, na foto) o  diploma de “Reconhecimento pelos relevantes prestados à Sociedade Paulista”, conforme texto do diploma ofertado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Agradeço a iniciativa do Deputado Estadual Major Olímpio (PDT), patrono da sessão solene, e aos dirigentes da FESPESP, mas sobretudo aos associados do CAPESP, que procuro representar nas diversas frentes de luta, seja na CCM, na FESPESP, no SINP ou mesmo na Secretaria de Educação.

A luta pela posse da terra em Mongaguá

Amigos,

Líderes de trabalhadores rurais lutam pela posse da terra em Mongaguá.

São posseiros da região da área indígena da Aldeia Itaóca, que tiveram que sair do local durante o processo de demarcação de área indígena.

Esses trabalhadores querem a garantia do uso das áreas da Fazenda Itaóca, declarada como improdutiva pelo INCRA.

A intenção é promover um assentamento rural na área em questão (Fazenda Itaóca). Os trâmites legais estão bem adiantados, uma vez que contam com o apoio de órgãos do Governo Federal para esse fim, inclusive com linhas de crédito  e financiamento de projetos auto-sustentáveis.

Como necessitam do apoio do Poder Executivo de Mongaguá para que o processo avance, trabalhadores rurais, lideranças sindicais e de associações estiveram no Gabinete do Prefeito Paulinho Wiazovscki, para expor a situação e conseguir junto a prefeitura o compromisso de auxiliar no processo de assentamento.

Foi relatado o sucesso de outros assentamentos, como em Itanhaém, onde os trabalhadores já produzem produtos que são comercialixzados, como por exemplo o mel, proveniente da apicultura. Ficou evidenciado que não há risco de degradação do local, uma vez que as famílias estão todas cadastradas no INCRA, não tendo a possibilidade de pessoas estranhas ocuparem a referida área.

O encontro contou com a participação do Deputado Estadual Simão Pedro (PT), fundamental neste processo de organização dos trabalhadores rurais.

Ao final da reunião, as lideranças locais sairam bem otimistas e aguardam para breve a conquista definitiva da posse da terra.

Da esquerda para direita: Timóteo (assessoria Deputado Simão Pedro), Neti (Direção Estadual do MST), Roberto (posseiro), Luisão (Presidente da Associação dos Produtores Rurais da Mata Atlântica), mais dois posseiros, Professor Guilherme (CAPESP), posseira, Deputado Simão Pedro (PT) e outro posseiro.

Participação no Radar Esportivo

da esquerda para direita: Guilherme Nascimento, Guilherme Guarche, Negreiros e Pedro Macedo

Amigos,

Pude participar na tarde (ou manhã) de ontem do programa Radar Esportivo (TV COM – Santos) em companhia do meu xará Guilherme Guarche, Negreiros (ex-meio campo do SFC), e dos jornalistas Pedro  Macedo e José Carlos Gomes “Passarinho”.

Os temas do programa foram os assuntos óbvios: Santos x Cerro Porteño e o 99º aniversário do Santos FC.

Sobre a partida, eu o meu xará acertamos em cheio. Ele dizia que era partida para o Ganso assumir o comando do jogo… e eu, que apostava em Danilo… parece que acertamos.

Em relação ao aniversário do Peixe, debatemos a presença de atletas negros nos primeiros anos de vida do SFC, mostrando que no Santos sempre  houve espaço para todos, independentemente de etnia ou classe social.

Fotos da inauguração da Vila Belmiro também foram mostradas, algumas bem curiosas, com a presença de automóveis ao redor do campo, com a possibilidade do torcedor acompanhar a partida do interior do veículo.

Vídeo de 1948, com imagens da Vila Belmiro lotada para um Santos x Corinthians.

E no final, a grande polêmica levantada pelo Guarche (a qual estou de acordo): O escudo circular azul, com as letras entrelaçadas em amarelo seria uma concepção artística do editor de uma revista esportiva de 2001. Isto é, tal escudo nunca existira de fato

Fake?

Além da ausência de fontes para esse escudo, o desconhecimento de outras referências, uma dúvida chave se apresenta: Na época, o Santos chamava-se Santos Foot Ball Club, identificado com a abreviação: SFBC…

Onde está o “B” no escudo? O “Foot Ball” só passou para “football” alguns anos depois da fundação, quando o Santos já era alvinegro. Logo, esse escudo não poderia ser de 1912.

Bom, a polêmica foi lançada.

Tanto eu como o Guarche compartilhamos do mesmo ponto de vista. Temos a verdade na mão? Não, não temos. Mas, para aceitar esse escudo é necessário uma prova documental, anterior a 2001. E isso, até agora não foi encontrado…

TV CAPESP – novo vídeo no ar

Amigos,

A TV CAPESP apresenta entrevista dada por esse blogueiro para o programa “Cidadania & Serviço Público”, mantido pela FESPESP.

Na ocasião, conversamos sobre diversos assuntos, inclusive sobre bônus, meritocracia e revisão do Plano de Carreira para os Professores.

Veja na íntegra, no portal do CAPESP: http://www.capesp.org.br/portal/