Arquivo da tag: Ramos Delgado

Surge Pelé e a seleção brasileira perde o complexo de vira latas

Amigos santistas, dando continuidade ao primeiro texto (http://prof-guilherme.capesp.org/archives/4515), vamos conhecer mais 25 curiosidades, agora no período 1954/1962.

Capítulo II

Evaristo Macedo (quando jogador e como técnico)

Assim como em 1954, novamente o Brasil teve que  disputar as eliminatórias para a Copa da Suécia. E Oswaldo Brandão, que comandou o alvinegro no vice-campeonato paulista de 1948 foi o técnico da Seleção (1). Enfrentando o Peru em duas partidas, o Brasil elimina o concorrente sul-americano e segue para Estocolmo. Em campo, Evaristo de Macedo, que também seria técnico do Santos FC em 1993 (2), atua pelo selecionado.

Continue lendo

Fichas técnicas

15/04/1967 Santos FC 2×2 A Portuguesa D (São Paulo) -

Local: Pacaembu – São Paulo (SP)

Competição: Robertão (Roberto Gomes Pedrosa) – Campeonato Brasileiro

R: NCr$ 22.663,00

P: 10.800 estimado pelo custo médio dos ingressos

Árbitro: Anacleto Pietrobon

Gols: Pelé (2, 2º de p) – Lorico e Basílio

Gilmar; Carlos Alberto Torres, Oberdan, Joel Camargo e Rildo; Clodoaldo e Buglê (Lima); Copeu (Dorval), Ismael, Pelé e Abel.

Técnico: Antoninho

APD: Félix; Zé Maria, Jorge, Marinho Perez e  Augusto; Lorico e Paes; Ratinho, Leivinha, Basilio e Rodrigues.

Técnico: Wilson Alves

Primeira partida de Clodoaldo como titular  em jogos de competição.

Clodoaldo Tavares de Santana, substituiu Zito muito bem… foi o dono do meio campo santista de 1968 até 1980. Ganhou diversos títulos, inclusive o Tri-campeonato no México, com a Seleção Brasileira. Comandou os “Meninos da Vila” em 1978.

Encerrou a acarreira no Nacional (Amazonas) em 1981.

Foi Técnico da equipe principal do Santos FC (1982) e dirigente do clube.

Uma vida dedicada ao alvinegro de Vila Belmiro.

28/05/1967 Santos FC 4×1 Seleção do SENEGAL

Local: Dacar (SEN)

Competição: Amistoso

A: El Hadigueye

P: 20.000

Gols: Pelé (2f) +1 e Clodoaldo – Ndiaye

SFC: Cláudio (Laércio), Lima, Orlando (Oberdan), Joel Camargo e Rildo (Geraldino); Clodoaldo e Zito (Buglê); Wilson (Edu), Toninho, Pelé (Almiro) e Abel (Pepe) .

Técnico: Antoninho

SEN: Toumai (Thian); Kader, Abdulaye, Loulou e Moreira (Abou); Gomis e Mousse; Sarr, Pappe, Segagisse e Thyope.

Presença do presidente do Senegal, Léopold Senghor…  O1º gol de Pelé resultou numa cena curiosa: depois de driblar os zagueiros, o goleiro e fazer o gol, Pelé viu o goleiro senegalês esmurrar a trave e sair de campo chorando… Pelé pede desculpas ao goleiro (!!!), mas ele fica irredutível, “não jogo mais”… depois da cena, o SFC “manera” na partida e só volta a marcar no 2º tempo.

13/06/1967 Santos FC 5×4 TSV 1860 Munchen (ALE) -

Local: Estadio Grunwald – Munique (ALE)

Competição: Amistoso

P: 40.000

A: Rieg (ALE)

Gols: Pelé 52′ e 83′, Abel 9′, Edu 78′ e Toninho 81′ – Rebeli 11′ e 32′ e Brundi 18′ e 55′

SFC: Claúdio; Carlos Alberto Torres, Joel Camargo, Orlando Peçanha  e Geraldino; Lima (Zito) e Clodoaldo; Wilson (Edu), Toninho, Pelé e Abel (Pepe)

Técnico: Antoninho

TSV1860M: Radenkobic (Fahrian); Wagner, Patzke, Steiner e Reich; Zeiser e heiss (Ohlars); Kueppers (Konietzka), Brundi, Brunnenmeier e Rebele.

Partida onde Zito mostrou o quanto ele era “o gerente”… entrou e pôs o time para jogar e fazer gols…

23/07/1967 Santos FC 2×1 Guarani FC (Campinas) -

Local: Vila Belmiro Santos (SP)

Competição: Campeonato Paulista

R: NCr$ 30.011,00

P: 12.276

J: Armando Marques

Gols: Carlos Alberto Torres (p) 24′ e Silva 27′ – Oberdã (contra) 7′

SFC: Cláudio, Carlos Alberto Torres, Joel Camargo, Oberdan e Rildo: Clodoaldo e Lima; Toninho, Silva, Pelé e Abel

Técnico: Antoninho

GFC: Dimas; Miranda, Paulo, Guassi e Diogo; Bidon e Milton; Osvaldo, Zé Roberto, Parada e Carlinhos.

Técnico: Aparecido.

Primeira partida de Silva, o “Batuta” .

Valter Machado da Silva, o Silva começou no São Paulo FC, passou pelo Batatais, Botafogo FC (Ribeirão Preto), em 1962 foi contratado pelo SC Corinthians P, seguiu para o  CR Flamengo e chegou ao Barcelona (Espanha)… Retornou ao Flamengo e veio para o Santos FC, onde atuou apenas no 2º semeste de 1967.

Participou da Copa de 1966…

Depois do Santos, ainda atuou no RAcing (Argentina), Vasco da Gama, Botafogo FR , RIo Negro (Amazonas), Atlético Junior (Colômbia) e Tiqueres Flores (Venezuela)

21/12/1967 Santos FC 2×1 São Paulo FC*

Local: Pacaembu – São Paulo (SP)

Competição: Campeonato Paulista (Jogo Extra)

R: NCr$ 151.808,00

P: 43.627

J: Armando Marques

Gols: Edu 10′ e Toninho 12′ – Babá 88′

SFC: Claúdio; Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo; Clodoaldo e Buglê; Wilson, Toninho, Pelé e Edu

Técnico: Antoninho

SPFC: Picasso; Renato, Belline, Roberto Dias e Edílson; Nenê e Lourival; Valter “Zum–Zum”, Dejair, Babá e Paraná.

Técnico: Sílvio Pirillo

Santos campeão Paulista de 1967… Primeiro título de Ramos Delgado, um monstro da zaga santista.

José Manoel Ramos Delgado, argentino, chegou ao Santos com 32 anos para substituir Mauro Ramos de Oliveira. Era a saída de um craque e a chegada de outro… Ramos Delgado, comandou com garra, técnica e excelência a zaga santista até 1972. Em 1973 foi para a AA Portuguesa e em seguida encerrou a brilhante carreira.

Na Argentina, atuou pelo Lanús, River Plate e Banfield. Foi titular da selação argentina e participou das Copas de 1958 e 1962.

Veja mais em : http://prof-guilherme.capesp.org/?p=934

Morre Ramos Delgado, “El Negro”

Santistas de todo mundo, uni-vos!

Morre uma lenda.

Ramos Delgado, o melhor zagueiro que vi atuar pelo Santos FC, faleceu nesta sexta-feira, aos 75 anos. Ramos Delgado sofria com o mal de Alzheimer.

Argentino, disputou as Copas de 1958 e 1962. Chegou ao Santos FC em 1967 e jogou até 1972.

Honrou as camisas de Lanús, River Plate, Santos FC, AA Portuguesa (a tradicional Portuguesa Santista), além da Seleção da Argentina.

De grande técnica, de enorme categoria, também sabia atuar com a tradicional garra argentina. Por tudo isso foi venerado pela massa santista. Chegou a ser técnico do Santos nos difíceis anos 70 (no 1º semestre de 1978), sem alcançar o mesmo resultado (em boa parte por conta do elenco santista…).

Como jogador ganhou entre outros títulos:

Pela Seleção da Argentina:  Torneio da Nações – 1964

Pelo Santos FC: Tri-Campeão Paulista: 1967, 1968 e 1969.

Campeão do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Taça de Prata – embrião do atual Campeonato Brasileiro): 1968

Segue na figura abaixo, matéria publica na Revista “El Gráfico”  de 29/08/1967, por ocasião da transferência de Ramos Delgado ao Santos FC (Material enviado por Marcelo Fernandes, de Luxemburgo – Europa).

Ramos Delgado embarcando para o Brasil em 1967. Material enviado por Marcelo Fernandes.

E Ramos Delgado continuou ganhando…